Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



(Co)adoção ou (Co)adopção: Supremos interesses de quem?

por José Pereira (zedebaiao.com), em 29.01.14

Só sei parte do que sou hoje, amanhã não sei sequer o que serei. Mas sei que todos os seres humanos que foram e continuam a ser abandonados e institucionalizados são filhos de quem se dizia ser heterosexual.

Como eu gostaria que todos tivessemos direito a uma família representada por amor, desde a nascença até à morte. Fala-se tanto de solidão e de institucionalização de crianças, de pessoas diferentes e de idosos, mas porque é que não se luta de igual modo pela adoção de qualquer ser humano?

Será que estaremos a pensar no ser e na condição humana que existe em cada um de nós? Ou estaremos apenas a refletir o egoísmo que existe dentro de cada um de nós?

Como é que funcionamos quando adotamos um animal irracional? Estaremos em condições de o amar?

adopção, crianças,idosos,politicas sociais

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens



Junte-se a nós no Facebook

Please wait..15 Seconds Cancel

Calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031





eXTReMe Tracker