Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quando tomei a iniciativa de desassossegar os dirigentes socialistas e de me mobilizar por Portugal e acima de tudo pelos portugueses em geral e muito em especial pelos que mais sofrem com a atual crise económica e social, o meu empenhamento tinha e continua a ter por base o trilho da luta por um modelo de política socioeconómica séria e justa, mas socialmente e cientificamente equilibrada e sustentada. 

António Costa_Congresso aberto.jpg

 

 

De nada serve à maioria dos portugueses andarem a viver eternamente de ilusões e a arrastar os problemas para os filhos e netos dos seus filhos e dos seus netos, sendo que só continuará a ficar salvaguardado o futuro e a boa vida dos mesmos de sempre.

 

A luta pela política fundamentada e devidamente sustentada deve ser a preocupação central de todos os cidadãos portugueses, mas acima de tudo uma responsabilidade das Mulheres e Homens mais experientes e melhor qualificados (qualificações é muito diferente de habilitações), bem como dos cientistas portugueses interessados e empenhados na realização e fundamentação do projeto de sociedade que assenta na justiça social e económica e que se encontra consagrado na Constituição da República Portuguesa e plasmado nas Declarações de Valores e Princípios que estão na génese dos Partidos Socialistas Europeus. Mais do que nunca, precisamos dos melhores entre os melhores!

 

Mas o trilho desta luta tem de ser muito bem esclarecido e devidamente fundamentado, sendo muito importante que os cidadãos em geral e os dirigentes e governantes em particular, tomem consciência do país que temos hoje, dos erros do passado e dos obstáculos que há para ultrapassar e vencer.

 

Justiça Social e Económica

Saibam que a Justiça Social em Portugal tem vindo a descer desde 2011, sendo que hoje ocupamos uma das piores posições na União Europeia no que respeita aos indicadores de justiça social.

Sabe o que isso significa? Sabe como se calcula? Pode não saber o que significa nem como se calcula, mas certamente sente-o todos os dias, seja no seio da sua família ou no seio daqueles com quem se cruza.

E como é que isso se mede? Pelos indicadores de pobreza, pela acessibilidade ao mercado de trabalho, à educação ou a cuidados de saúde, ou seja, mede-se por aquilo que é mais essencial aos cidadãos e que está a falhar de dia para dia. Mede-se pelo estado do Estado Social em degradação e a caminhar para trilhos muito perigosos.

Indice de Justiça Social.jpg

 

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/justica-social-em-portugal-tem-vindo-a-descer-desde-2011=f891500#ixzz3F10n7AEK

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens



Junte-se a nós no Facebook

Please wait..15 Seconds Cancel

Calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031





eXTReMe Tracker