Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


DIA DO PAI: Que nunca sintam uma cadeira vazia

por José Pereira (zedebaiao.com), em 19.03.14

Já sei que hoje a maioria se vai lembrar de ir jantar com os pais. Estejam eles onde estiverem, estabeleçam uma ligação.

pai

 

Desejo que amanhã não se esqueçam de fazer o mesmo.

Um abraço de um aldeão baionense que não pode estar todos os dias a almoçar ou jantar com os pais, mas que os tem sempre presentes.

 

 

A distância faz com que valorizemos mais o toque, a comida (da mãe ou do pai), o cheiro ou até mesmo o fumo da lareira que nos faz chorar (será que só choramos por causa do fumo?).

 

 

Não tenhamos vergonha. Um homem baionense também chora. 

 

Um abraço a todos os pais e filhos, sejam de sangue, de amizade ou de coração.

 

Lembrem-se que uma cadeira vazia pode nunca voltar a ser ocupada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

PAI(s): Pai (e mãe), aqueles que estão sempre ali.

por José Pereira (zedebaiao.com), em 19.03.14

Pais, sem vós eu "não sou nada, nunca serei nada, não posso querer ser nada. À parte disso, tenho em mim todos os sonhos do mundo"

(Álvaro de Campos/Fernando Pessoa) 

dia do pai

 

Lembrem-se sobretudo da parte da vida em que um filho se torna no pai do seu pai. Um dia chegará a nossa vez de ser filho ou pai.

 

Como refere um recente texto que li, há uma quebra na história familiar onde as idades se sobrepõem e a ordem natural da vida deixa de ter o mesmo sentido: é quando o filho se torna pai do seu pai.

 

É quando o pai envelhece e começa a trotear como se estivesse dentro de uma névoa. Lento, devagar, impreciso.

 

É quando aquele pai que segurava com força a nossa mão já não tem como se levantar sozinho.

 

É quando aquele pai, outrora firme e instransponível, enfraquece de vez e demora o dobro da respiração para sair do seu lugar.

 

É quando aquele pai, que antigamente mandava e ordenava, hoje só suspira, só geme, só procura saber onde é a porta e onde é a janela - tudo é corredor, tudo é longe, tudo é díficil.

 

É quando aquele pai, antes sempre disponível e trabalhador, fracassa ao tirar a  sua própria roupa e a não se conseguir lembrar sequer dos seus remédios.

 

E nós, como filhos, não devemos fazer outra coisa senão trocar de papel e aceitar que somos responsáveis por aquela vida que, em outros tempos, nos deu a vida. Aquela vida que nos gerou depende agora da nossa vida para um fim de vida feliz e em paz.

 

Um dia, todo o filho será pai do seu pai. Mas não nos esqueçamos que também o filho se tornará um dia nesse pai.

 

Que todos saibamos dizer, em todos os momentos da vida - Eu estou aqui pai!

Sendo que os nossos pais, proferindo ou não essa frase, sempre estiveram presentes para nós. Sejam pais de sangue ou pais de amor, de amizade ou de vizinhança.

 

O que um pai quer apenas ouvir no final da sua vida é que seu filho está ali, por isso, nunca tenhamos vergonha de dizer "PAI EU ESTOU E ESTAREI SEMPRE AQUI".

 

Eu estarei sempre aqui meus pai(s)! Sejam de sangue, de amor ou de vizinhança.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens



Junte-se a nós no Facebook

Please wait..15 Seconds Cancel

Calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930





eXTReMe Tracker