Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Refere hoje o jornal "Económico" que os custos globais do túnel terão de ser reduzidos para os 160 milhões (anteriormente havia sido orçado em 200 milhões), isto de modo a que a UE possa suportar até 70% do custo da obra. Mas será que podemos continuar a acreditar na palavra de um Governo que passa os dias em eternas mentiras? Cá estaremos para seguir o assunto e desassossegar, se necessário.

túnel do Marão; Obras Públicas

 

Segundo consta, o Presidente das Estradas de Portugal (António Ramalho), está diretamente envolvido nestas negociações entre o Estado Português e a Comissão Europeia, a fim de se conseguir um pacote de financiamento para a conclusão das obras do túnel do Marão. Tudo indica que o concurso seja iniciado dentro de 15 dias - Estejam atentos!

 

Acredito que sem corrupção e sem jogos de interesses, podem bem ser reduzidos os custos, sendo que, mesmo assim, a obra não seria colocada em causa.

 

A ser concluída com recurso aos fundos comunitários, a obra terá de estar concluída até ao dia 31/12/2015, o que quer dizer que as obras teriam de iniciar entre setembro e novembro do presente ano, como refere António Ramalho. Demorarão cerca de 8 a 9 meses a concluir. 

 

Estarão a pensar inauguar o túnel por altura de algumas eleições?

 

Os nossos trabalhadores e as empresas de construção, bem que necessitam de trabalho!

 

Urge é dar andamento à obra. 

 

Fontes: 

http://economico.sapo.pt/noticias/bruxelas-pode-pagar-ate-70-do-tunel-do-marao_185757.html

 

http://economico.sapo.pt/noticias/obras-do-tunel-do-marao-retomadas-ate-junho_185416.html

 

 

A História: 

 

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=660121&tm=6&layout=123&visual=61

Estado rescinde com concessionária do Túnel do Marão

Teresa Correia18 Jun, 2013, 12:51 / atualizado em 18 Jun, 2013, 12:51

 

O Estado rescindiu com a concessionária do Túnel do Marão. Num despacho assinado pelos secretários de Estado das Finanças e das Obras Públicas, publicado em Diário da República, é alegada justa causa para a rescisão, devido ao incumprimento por parte da concessionária que parou a obra há dois anos.

 

A concessionária Autoestradas do Marão vê agora resgatada a concessão do Túnel do Marão, com efeitos imediatos. A nova autoestrada deveria ligar. O primeiro-ministro garante que há dinheiro para acabar as obras e que a construção do troço que falta, entre Amarante a Vila Real, vai avançar em breve.

(com Sandra Henriques)

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens



Junte-se a nós no Facebook

Please wait..15 Seconds Cancel

Calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031





eXTReMe Tracker