Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os filhos de portugueses residentes no estrangeiro passam, a partir de hoje, a poder ser registados e pedir a nacionalidade 'online', numa nova medida de simplificação administrativa do Governo para as comunidades portuguesas apresentada em Lisboa.

O acesso é feito através do Portal da Justiça (https://justica.gov.pt/Servicos/Registar-nascimento), de forma gratuita e a partir de casa, adiantaram.

Se nasceu no estrangeiro e é filho de um português, veja em baixo como proceder para aceder à nacionalidade portuguesa e para que os seus filhos e/ou netos também possam aceder à nacionalidade portuguesa

Emigrantes Nacionalidade.jpgemail sharing button


 

A Lusa informa que:

Os filhos de portugueses residentes no estrangeiro passam, a partir de hoje, a poder ser registados e pedir a nacionalidade 'online', numa nova medida de simplificação administrativa do Governo para as comunidades portuguesas apresentada em Lisboa.

O serviço de registo de nascimento ‘online’ no estrangeiro irá abranger, numa primeira fase, os filhos dos residentes em França e no Reino Unido, com menos de 01 ano de idade e com dois progenitores de nacionalidade portuguesa, como explicaram durante a apresentação pública da medida as secretárias de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, e da Justiça, Anabela Pedroso.

A medida deverá abranger mais de 1,2 milhões de portugueses com residência registada nestes dois países e terá "impacto direto" em sete consulados-gerais de Portugal: Londres, Manchester, Bordéus, Estrasburgo, Lyon, Marselha e Paris.

Na mesma ocasião do registo, será possível também pedir a nacionalidade, uma vez que os descendentes de nacionais nascidos no estrangeiro têm de manifestar vontade de ter nacionalidade portuguesa.

O acesso é feito através do Portal da Justiça (https://justica.gov.pt/Servicos/Registar-nascimento), de forma gratuita e a partir de casa, adiantaram.

"A partir de hoje os cidadãos portugueses que vivem no Reino Unido e na França e que tenham filhos com menos de 01 ano podem fazer o registo de nascimento 'online' com pedido de nacionalidade sem terem de se deslocar aos consulados", disse a secretária de Estado das Comunidades.

Berta Nunes considerou que esta medida é "particularmente importante" nesta altura devido a "todos os problemas de mobilidade" causados pela pandemia de covid-19, mas lembrou que, em circunstâncias normais, há "nas comunidades, cidadãos que vivem a muitos quilómetros dos consulados e têm de se deslocar, por vezes, até de avião".

O pedido 'online' de registo de nascimento e de nacionalidade apenas pode ser feito mediante autenticação com Chave Móvel Digital ou com Cartão de Cidadão.

Esta medida vem juntar-se à possibilidade que já existe de os portugueses residentes no estrangeiro renovarem o Cartão de Cidadão 'online', alternativa que, segundo Berta Nunes, "ainda não está a ser utilizada no seu potencial".

"Temos de fazer uma grande campanha da Chave Móvel Digital e dos serviços a que as pessoas podem ter acesso" com ela, disse, adiantando que está igualmente em preparação a entrega do Cartão de Cidadão no domicílio.

A responsável sublinhou a importância destas medidas na redução de agendamentos e na retirada de pressão dos consulados, bem como os ganhos de comodidade para os utentes.

A secretária de Estado da Justiça, Anabela Pedroso, defendeu, por seu lado, que não faz sentido ter medidas em Portugal que não possam depois ser aplicadas às comunidades portuguesas.

De acordo com dados oficiais, entre 13 de abril e 13 de dezembro de 2020 deram entrada nos serviços de registo um total de 70.090 declarações de nascimento, das quais 22.196 foram submetidas online (31,7%).

A responsável assinalou a simplicidade de um processo que "em seis passos" permite registar um bebé e fazer o seu pedido de nacionalidade, que será posteriormente confirmado por email e o assento de nascimento enviado por correio.

Em 2019, foram registados nos postos consulares 77.240 menores portugueses nascidos no estrangeiro.

Destes, 41.486 na Europa, dos quais 24.176 na rede em França e no Reino Unido.

O registo de nascimento e o pedido de nacionalidade 'online' inserem-se no quadro do Novo Modelo de Gestão Consular do Governo, no âmbito do qual está em análise a curto e médio prazo a entrega de Cartão de Cidadão por via postal no estrangeiro, medida que o executivo estima concretizar no primeiro semestre de 2021.

O lançamento do serviço para registo de filhos de cidadãos portugueses no estrangeiro é uma iniciativa conjunta dos Negócios Estrangeiros e da Justiça, e prevê abranger progressivamente todas as comunidades portuguesas residentes no estrangeiro.

Lisboa, 21 dez 2020 (Lusa)

CFF // JH

Fonte: Lusa

 

Nasceu no estrangeiro e a sua mãe é portuguesa ou o seu pai é português?

JUSTICA.GOV.PT ⁄ COMO OBTER NACIONALIDADE PORTUGUESA ⁄ NASCEU NO ESTRANGEIRO E É FILHO DE UM PORTUGUÊS

 
Estas condições só se aplicam a quem tiver nascido no estrangeiro e for filho de mãe portuguesa ou pai português. Se não for o seu caso, por favor, verifique se está em condições de adquirir a nacionalidade portuguesa de acordo com outro dos perfis previstos na lei.

Condições

Pode pedir a nacionalidade portuguesa nestas condições e ser considerado português desde o nascimento se:
  • nasceu no estrangeiro
  • tem mãe portuguesa ou pai português
  • declarar que quer adquirir a nacionalidade portuguesa, utilizando a declaração para aquisição da nacionalidade portuguesa.

Para pedir a nacionalidade portuguesa vai precisar de apresentar:

 

o seu documento de identificação  
a sua certidão de nascimento legalizada
  • se possível, em cópia integral e emitida por fotocópia
  • se a certidão for estrangeira, a legalização deve ser feita através de apostila ou visto do consulado de Portugal
  • se a certidão não estiver em português, deve também levar a certidão traduzida para português e certificada
certidão de nascimento da mãe portuguesa ou do pai português
  • que pode ser dispensada se o registo estiver numa conservatória nacional e for identificada essa conservatória, o ano e o número do registo
uma declaração para aquisição da nacionalidade portuguesa, que deve ser assinada:
  • se for maior de idade (18 anos ou mais):
    • na presença de um dos funcionários dos Registos, quando entregar o pedido
    • perante alguém com poderes para reconhecer a assinatura, se preferir enviar o pedido por correio para um dos Balcões da Nacionalidade ou para a

Conservatória dos Registos Centrais
Rua Rodrigo da Fonseca, 198
1099-003 Lisboa

  • se for menor de idade (menos de 18 anos):
    • pelos seus representantes legais. Em princípio, esses representantes serão os seus pais, que podem ser representados por um procurador.

 

Onde pedir

Pode pedir a nacionalidade portuguesa:
Se preferir, pode fazer o pedido por correio, enviando os documentos para:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viver & Trabalhar na EuropaResultado de imagem para employer

A fim de poderem tomar decisões informadas sobre mobilidade, os candidatos a emprego e os empregadores necessitam de informações relativas às várias questões práticas, legais e administrativas. O portal da mobilidade profissional EURES fornece-lhe instrumentos de informação que têm como finalidade dar-lhe ajuda e apoio quando tomar em consideração mudar-se para outro país ou recrutar pessoas de outro país.

A secção Condições de Vida e de Trabalho contém pormenores sobre várias questões importantes, tais como encontrar alojamento, uma escola, impostos, custo de vida, saúde, legislação social, comparabilidade de qualificações, etc.

Outro instrumento de informação importante é a secção Informações sobre o Mercado de Trabalho, que contém informações relativas às tendências prevalecentes do mercado de trabalho europeu, por país, região e sector de actividade.
No Calendário de Eventos poderá encontrar informações sobre os futuros eventos de interesse para candidatos a emprego e empregadores no país ou na região seleccionados.

 

O que é um trabalhador destacado?

Se o seu caso é o de uma pessoa que passa um período de tempo limitado a trabalhar para o seu empregador fora do Estado-Membro onde normalmente trabalha? Em caso afirmativo, é considerado um “Trabalhador destacado” e pode encontrar mais informações sobre as normas que regem as suas condições de trabalho na secção “Trabalhadores destacados” do portal Europa.

Para informações mais pormenorizadas, pode sempre contactar o seu conselheiro EURES local ou um conselheiro EURES do país para onde tenciona ir viver a fim de obter ajuda.

Seleccione um país

Ligações úteis

Encontre um Conselheiro EURES.

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base dados de ofertas de emprego EURES

Serviços EURES para empregadores

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

A EURES no Google+

 

Declaração de exoneração de responsabilidade: A consulta da informação aqui disponibilizada é meramente informativa e pode conter lapsos, pelo que devem sempre informar-se junto das entidades referenciadas. Não se assume qualquer tipo de responsabilidade relativamente aos sítios Web de terceiros acima mencionados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estas foram algumas das frases partilhadas nesta Páscoa, por familiares e amigos emigrantes de Baião. Uma realidade que é bem conhecida aqui na nossa terra e no nosso país. 

"...Somos os novos escravos de Portugal e da Europa"... 

..."Transportam-nos como animais, amontoam-nos em apartamentos degradados ou em barracões, pagam-nos o salário mínimo do país de "acolhimento", mas como precários e sem ajudas de custo. Os nossos almoços diários, para dias longos e de trabalho duro, são apenas sandes e os nossos jantares são aquilo que restar",

..."O nosso coração está em Portugal e é a pensar nas nossas famílias, na doença e na reforma que nos sujeitamos a esta vida indigna",...

"...Se nos pagassem o devido pelo trabalho que fazemos e se a TAP não se aproveitasse dos emigrantes por estas alturas, também poderiamos viajar de avião, ou até em luxuosas e seguras viaturas, mas os salários de hoje não dão para isso",

..." só queremos ter a digna oportunidade de ver os filhos, de visitar a família e de estar presentes nos momentos de doença ou morte dos nossos pais,..., mas nem a isso por vezes temos acesso".

"...Os governantes, eurodeputados, embaixadores e outros altos quadros dirigentes europeus recebem milhares de euros por mês à nossa custa, trabalham poucos dias, viajam semanalmente e ainda têm tudo pago, mas o facto é que não olham para as condições de vida, de trabalho e de salário dos emigrantes que lhes pagam todas essas mordomias",... 

..."Somos trabalhadores e também somos filhos e netos de Portugal"...

carta dos emigrantes.jpg

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Será que os portugueses são mesmo assim? Porque continuam os estrangeiros a ter esta imagem de nós e do nosso país?

Será que iremos voltar a carregar a mala de cartão, a fazer o pequeno almoço com sopas de vinho, chouriço e bacalhau seco, a carregar os cestos de roupa à cabeça até aos lavadouros públicos e a ser os escravos desta Europa que nos havia sido prometida como sendo dos cidadãos e para os cidadãos?

Sim, somos gente séria e de trabalho, mas também grandes empreendedores e de grande inteligência

Tal como no passado, também hoje, muita da gente de Baião (a nossa/minha terra) e cada vez gente mais qualificada de cá e de todo o país, se vê forçada a emigrar e a ir por esse mundo fora, com a esperança de uma vida muito melhor do que aquela que conseguem por cá para (sobre)viver.

 

Ao acompanhar as mensagens partilhadas por alguns dos meus familiares e amigos, ontem e hoje emigrados, cruzei-me com a partilha da imagem que se segue (foto de Camille Dino), através da qual o site www.topito.com faz alusão ao top 12 dos clichés sobre os portugueses (Top 12 des clichés tenaces sur les Portugais)

Mitos sobre os portugueses.jpg

 

Mas, como se diz por cá, "quem não se sente não é oriundo de boa terra nem filho de boa gente".

 

Assim, não poderia passar ao lado destes clichés, mitos ou modas, sobre os quais tanto podemos refletir, esclarecer ou contrariar, como aproveitar para mostrar o que temos de melhor e sentir orgulho por aquilo que verdadeiramente somos e com que nos identificamos.

Somos portugueses e por tal devemos ter orgulho na nossa gente, nas nossas tradições e cultura, na nossa terra e no nosso país.

 

VIVA PORTUGAL, DE TODOS OS PORTUGUESES QUE TRABALHAM E SABEM TRABALHAR, DAS MULHERES BELÍSSIMAS E DOS HOMENS DE TODAS AS ALTURAS, DA BOA COMIDA E DO BOM VINHO, DAS PRAIAS, DOS RIOS, DAS MONTANHAS E DE TODAS AS PAISAGENS.

 

Escrevem e dizem os franceses que os portugueses são:

  • 1 - Les Portugais sont des pygmées surmoustachus arborant une mine et un monosourcil revêches
    Qui vivent continuellement armés d'une truelle

Os portugueses são de baixa estatura e armados pelo seu bigode arborado e por uma monosobrancelha grosseira.

Que vivem continuadamente armados com uma colher de trolha.

Portugueses trabalham todos nas obras.jpg

 

  • 2 - Il n'existe que peu de prénoms au Portugal, la tradition voulant que chaque nouveau-né se voie honoré du prénom d'un aïeul
    Manuel , José , Tonio , Maria ou Miguel, et globalement on a fait le tour.

Não existe uma diversidade de nomes, a tradição determina que cada recém-nascido seja honorado/honrado com o nome de um antepassado.  

Manuel, José, António, Maria ou Miguel, são os mais comuns e rotativamente utilizados.

Lista de nomes admitidos em Portugal.jpg

 

  • 3 - Le Portugais parle fort, d'une voix rauque et profonde
    Et ponctue la plupart de ses phrases par "Carai".

Os portugueses falam alto, com voz rouca e profunda.

E pontuam a maior parte das suas frases com "carai..."

Altice presta serviço call center para empresa fr

  

  • 4 - Les femmes Portugaises ne se s'épilent pas et n'accordent que peu d'attention à leur apparence physique
    De toute façon, elles sont presque toutes veuves.

As mulheres portuguesas não se depilam e não prestam muita atenção à sua aparência física.

De qualquer forma, elas são quase todas viúvas.

As mulheres mais belas de Portugal.jpg

 

  • 5 - La boisson nationale au Portugal est l'huile d'olive
    Ou l'huile de foie de morue, quoi qu'il en soit c'est gras et ça colle.

A bebida nacional em Portugal é o azeite de oliveira.

Ou óleo de fígado de bacalhau, de qualquer forma é gordo e peganhento.

  

  • 6 - Malgré d'évidentes aptitudes pour les travaux manuels les Portugais ne sont pas tous équipés d'eau courante et d'électricité
    Ils doivent souvent arpenter des kilomètres pour aller laver leurs slibards au lavoir, généralement à dos-d'âne ou à pieds , en portant des bassines pleines de linge en équilibre sur la tête.

Apesar das suas habilidades óbvias para o trabalho manual, os portugueses não estão todos equipados com água corrente e eletricidade.

Eles costumam percorrer alguns quilómetros para lavar as suas roupas no lavadouro público, geralmente montados no burro ou a pé, carregando as bacias cheias de linho em equilíbrio sobre a sua cabeça. 


Arquitetura portuguesa

arquitetura portuguesa.jpg

 

  • 7 - Au Portugal l'Éducation nationale ne propose que 2 orientations professionnelles : les métiers du bâtiment et le ménage
    Y a bien une option concierge mais qui tombe en désuétude.

Em Portugal a educação nacional oferece apenas duas orientações profissionais: O trabalho da construção e as limpezas
E tinha a opção de porteiro, mas que caiu em desuso.

Ranking universidades portuguesas.jpg

 

 

  • L'hymne national portugais est "La valise en carton" de Linda de Suza
    Les supporters de foot la scandent d'ailleurs à chaque fois que les Lusitaniens marquent un but (tous les 10 ans donc).

O hino nacional português é "A mala de cartão", de Linda de Suza

Os adeptos do futebol também cantam sempre que os lusitanos marcam um golo (a cada 10 anos, portanto).

Linda de Suza_Um português_Mala de Cartão.jpg

 

Linda de Suza_Uma moça chorava.jpg

 

Linda de Suza_Biografia.jpg

 Ó Malhão, Malhão     Face a face     Toi mon amour cache     Marinheiro     L'étrangère

 

Hino de Portugal.jpg

Cristiano Ronaldo melhor jogador do mundo.jpg

 

  • Le dimanche après la messe ils se réunissent pour prier en famille
    Avant d'aller se détendre en écoutant les chants larmoyants de vieilles chanteuses de fado dans des rades cracra avec des toiles cirées orange sur les tables.

Ao domingo, depois da missa, eles reúnem-se para rezar em família
Quando vão relaxar, eles  ouvem músicas lacrimejantes de antigos fadistas, em baías sujas e com toalhas de plástico laranja nas mesas

Resultado de imagem para arroz do forno e anho

 

 

  • En terme de mode, ils affectionnent la tendance archibeauf, harmonisant fièrement des chemises à manches longues avec des shorts de plage bariolés
    Sans oublier les claquettes en skaï à lanières croisées et les chaussettes de ville tirées à mi-mollet .

Em termos de moda, eles gostam da tendência "archibeauf" (uma espécie de tunning?), orgulhosamente alinhando camisas de mangas compridas com calções de praia coloridos. 

Sem esquecer os chinelos de couro sintético com tiras cruzadas e as meias de lã de ovelha.

 

Paris rende-se à moda portuguesa.jpg

 

Paris rende-se à moda portuguesa_3.jpg

 

Paris rende-se à moda portuguesa_2.jpg

 

  • Le Portugal devrait très prochainement prendre la même place que la Grèce dans l'Europe
    Hors de l'Europe donc.

Portugal deverá em breve tomar uma posição idêntica à Grécia na Europa

Fora da Europa, portanto.

Será que os portugueses irão voltar aos tempos da "mala de cartão"?

Será isso que procuram os alemães e os franceses?

Portugal e a Grécia.jpg

 

  • Avant d'affronter de rudes journées de travail sur les chantiers de construction ils se sustentent d'un copieux petit déj
    Principalement constitué de tranches de pain trempées dans des grands bols de rouge, de chorizo, de morue séchée et de fayots.

Antes de enfrentar duras jornadas de trabalho nos canteiros/estaleiros das obras, eles sustentam-se com um caloroso café da manhã

Principalmente constituído por bocados de pão embebido em grandes tigelas vermelhas, o chouriço, bacalhau seco e feijões cozidos.

 

Resultado de imagem para vinho e broa de baiãoResultado de imagem para gastronomia baião

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens



Junte-se a nós no Facebook

Please wait..15 Seconds Cancel

Calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31